Afetos sinceros, laços sem interesse e abraços acolhedores.

05:09


Se tem algo que eu prezo muito nessa vida é a lealdade, a confiança e a liberdade de ser você mesmo. Sei que elas estão cada vez mais raras nas relações, mas eu as considero fundamentais para qualquer uma que seja verdadeira.

Não sei ser a amiga que vai escutar você criticar alguém que eu amo.
Não sei ser a companheira que assiste ao sofrimento do outro e nada faz para aliviá-lo.
Não sei ser aquela que vai sair por aí falando o que é teu ou nosso.
"Amigo é aquele que te critica na sua frente e te defende pelas suas costas."
É verdade.

Muitas vezes fui aquela que tomou dores que nem sequer eram minhas só para diminuir o peso que alguém querido estava carregando.
E nunca, nunca soube ser aquela que tolera tudo pelo desespero de agradar, de ser amada ou por qualquer tipo de conveniência.
Como diria Elenita Rodrigues: "não entendo gente que tem um discurso, mas que endossa ações que garantem o contrário. Traduzindo: defendo um monte de coisa que acho "bonito", mas faço alianças com gente que age contra tudo o que acredito."
Pois é. É exatamente isso. Eu não dormiria em paz se tentasse ser assim. 

Confesso que teve um dia que eu acreditei que legal mesmo era estar rodeada de gente... Até que as máscaras foram caindo, os castelos de areia foram levados pelo mar e o que parecia bonito era só um enfeite sujo e quebrado na prateleira.
É claro que dói. Decepção sempre dói. É como levar uma porrada forte, acordar perdida e dolorida até a consciência voltar e os olhos não conseguirem mais se fechar para tudo aquilo que eles já se abriram. E os meus abriram tanto que óculos algum vai ser capaz de colocar cor no que é cinza.

E aí, quando você percebe que já suportou tanto, talvez não reste mais nada além de sair de cena. Se resguardar e também se permitir vivenciar novas histórias, conhecer novas pessoas... Sem jamais se culpar pelo afeto real que ofereceu a quem não era de verdade. Cada um dá aquilo que tem.
É mesmo o momento de ir embora, respeitar e cuidar do coração e abrir espaço para o que realmente carrega verdade. Afinal, hoje é somente disso que eu quero estar rodeada: afetos sinceros, laços sem interesse, abraços acolhedores e gente que sabe amar.

Você poderá gostar também:

0 comentários

Curta