Sobre finais desonestos, marcas que não se apagam e o perdão - Superela

13:50


"Essa foi uma das suas maiores covardias: não ser capaz de me dizer a verdade de forma digna, me deixando ver exatamente como você estava, para assim sentir o que realmente estava acontecendo." 

Leia na íntegra aqui: Sobre finais desonestos, marcas que não se apagam e o perdão.




Você poderá gostar também:

0 comentários

Curta