Relações intensas e seus conflitos.

16:21


Problemas e diferenças podem vir à tona em qualquer relação sincera e intensa. Às vezes isso até chega a causar um afastamento temporário e necessário para que os ânimos se acalmem e tudo seja resolvido. É por isso que não dá pra julgar como "falso" alguém que tem um problema com uma pessoa e, depois de resolvê-lo diretamente com ela, a aproximação volta a ser a mesma de antes ou até mais forte do que era. A gente só volta atrás e/ou só se esforça pelo que sente que vale a pena. 
Já julguei pessoas de forma errada muitas vezes, mesmo sendo pessoas que eu amava muito. E certamente também já fui julgada por alguém que me ama. Infelizmente isso faz parte... Mas pra mim, o conceito de falsidade não é o de ter problemas com alguém e, depois de pouco ou muito tempo resolvê-los, e sim ter problemas com alguém sem deixar que a pessoa saiba o que você pensa e sente ou simplesmente fingir que está tudo bem para ela (seja por uma conveniência, por medo de expor o que realmente pensa ou qualquer outro motivo), enquanto deixa claro para o resto do mundo que não está. 
Se não existe vontade alguma de resolver é porque algo essencial se perdeu ou talvez a relação nunca tenha sido verdadeira. Aí o que resta é seguir em frente e só... Mas julgar a reconciliação de uma relação que teve os seus conflitos declarados e resolvidos é fechar os olhos para o fato de que todo mundo erra, que é possível se arrepender, é possível perdoar, é possível esclarecer e é possível deixar voltar aquilo que realmente merece ficar. 

(Prefiro as relações intensas com seus conflitos e obstáculos do que as relações tranquilas que, no fundo, são superficiais e vazias.)


Você poderá gostar também:

0 comentários

Curta