A vida foi me mostrando...

14:40


E a vida foi me mostrando, ao longo do tempo, que paixão é algo tão intenso que parece que vai nos consumir pela eternidade, mas na verdade é tão passageira quanto a faísca de um fósforo. Ela queima, arde, ilumina... mas rapidamente se apaga, se perde, se esvazia. 
A vida foi me mostrando, ao longo do tempo, que nem sempre os nossos sentimentos acompanham a realidade. Aquela amizade, que eu achava que era para sempre, se desfez por poucas palavras e uma distância que, mesmo temporária, foi o bastante para mostrar que nem sempre as pessoas são como nós as enxergamos. 
A vida foi me mostrando, ao longo do tempo, que aquele amor que eu achei que era o da minha vida, era somente uma ponte necessária para que eu chegasse a mim, para que eu entendesse que amor eterno e incondicional é o amor que eu devo cultivar por mim mesma. 
A vida foi me mostrando, ao longo do tempo, que decepções são necessárias, não só para nos aproximar de nós mesmos, mas para nos afastar de tudo aquilo que não merece ficar. 
A vida foi me mostrando, ao longo do tempo, que as dores mais intensas são aquelas que mais ensinam. 
A vida foi me mostrando, ao longo do tempo, que relações podem acabar do dia para a noite, mas quando isso acontece, é porque não eram sólidas o bastante para permanecer. 
A vida foi me mostrando, ao longo do tempo, que a gente pode se surpreender com nossos próprios julgamentos e até com nós mesmos. 
A vida foi me mostrando, ao longo do tempo, que a nossa intuição vale mais que mil conselhos. 
A vida foi me mostrando, ao longo do tempo, que sempre haverá algo a aprender, uma dor a curar, um amor a sentir, um objetivo a lutar... Não é fácil, mas sempre existe um propósito por trás de tudo isso, seja para nos fazer crescer ou para nos levar ao que merecemos ter... e ser.




Você poderá gostar também:

0 comentários

Curta